Devolve-se postal…

Na feira encontrou-se um postal igualzinho a uns outdoors azuis que andam por ai com mensagens de amor. Que dizia o seguinte:
“Querido Oliveira, todos compreendemos como é duro estar só e em silêncio, mas não te chateies isto cá fora anda uma chatice, a repressão policial das saias está cada vez mais intolerante. Algum dia até o padrinho vai passar aí uma temporada contigo, já falou com deus que diz ser bem provável. Lembras-te daquele edifício meio alaranjado, está tudo a cair, algum dia só sobram as bases. O padrinho manda cumprimentos aos funcionários do hotel, guardem a melhor suite para ele, a gratificação será choruda ou no mínimo não levaram uma banhoca a jato como da outra vez.
Um abraço do Carlinhos, com muito amor e cuidado com a garganta.

Envio-te esta mensagem num postal dos Correios porque saí mais barato… Aliás agora os telemóveis estão a cair em desuso, o padrinho chama-lhes megafones.


* Cada vez amo mais esta cidade, se a coisa correr bem como das últimas 2 vezes mandarei uma garrafinha de champanhe geladinha e uma fatia de bolo.”
 

 

Devolve-se o postal a quem provar ser seu…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s